sábado, 14 de maio de 2011

Prática do bem

 
A prática do Bem não está sujeita aos
impulsos naturais da sua simpatia
ou da sua amizade pessoal.
O mérito da Caridade, do Bem,
está na indistinção das pessoas.
Melhor diria que o mérito do Bem está
em que ele seja praticado
em favor de um semelhante- este "ouro"
que passa em seu caminho, cujo nome
você nem precisa saber,
cuja posição é bom desconhecer.
Venha ele de onde vier, mas,
quem quer que ele seja, ser-lhe-á
como o próprio Cristo a precisar de você.
Veja bem o que Deus lhe deu;
pés para caminhar,
mãos para trabalhar,
lingua e voz para falar,
olhos para ver,
ouvidos para ouvir,
inteligência para pensar e um coração
para sentir e amar.
Pode ser que ele queira,
de repente, tomar emprestados todos ou
qualquer um desses dons da vida,
para ir ao encontro de quem precise,
para falar a quem o chame,
ensinar ao que pede, consolar aquele
aflito que chora...
Você tem tudo em ordem
para servir ao Senhor?
J. S. Nobre

Nenhum comentário:

Postar um comentário