quinta-feira, 19 de maio de 2011


Adolescente
Adolescer, ser...maturar
Uma menina linda, leve..., solta..., transparente...,
mas de humor alterado.
Um jovem... face com espinha, fisionomia triste...,
tímido, mas de humor alterado, passa da tristeza
para a alegria num piscar de olhos, então...
adolescente é normal. Há adolescer...ser...maturar,
fase de auto-afirmação, crise existencial,
comparação da realidade com os valores
aprendidos na família e na escola.
Época de profunda transformação, tanto física
quanto psicológica, saindo do corpo infantil para
enfrentar o corpo que se faz adulto, com todas as
suas implicações orgânicas e emocionais.
A infância, os folguedos, as brincadeiras infantis,
tudo é descartável porque agora a vida é outra.
Uma nova identidade deve ser assumida no
processo social e familiar, e é aí que o adolescente
coloca em xeque as atitudes dos pais na prática
com o que eles ditam como norma.
Nós, espíritas, principalmente, devemos ter o
maior cuidado de condicionar nossas palavras
com as nossas atitudes, exercendo a vivência
evangélica na ação e mais, dar amor, compreensão
carinho a esses seres que Deus enviou para o
nosso lar, tendo bom humor com as esquisitices
dessa fase. O apoio e a segurança são bases
imprescindíveis para a superação
dessa fase de transição.
“ Trecho extraído do livro
É tempo de semear de”
Sarah kilimanjaro

Nenhum comentário:

Postar um comentário