domingo, 21 de outubro de 2012


Aprendamos servindo



Onde estiveres, faze claridade em ti mesmo,
para que a treva desça de nível.
Só a luz desintegrará na Terra as cristalizações da sombra, em que a ignorância e a penúria tecem ninho à inquietação e ao sofrimento.
Não te encarceres, porém, na feição
unilateral do grande problema.
Educação, em boa síntese, é luz que circula
vitoriosa do sentimento ao raciocínio, sustentando o equilíbrio
entre o cérebro e o coração.
A ciência constrói a medicina.
A compreensão humana faz o médico.
As letras erguem o magistério.
A consagração ao ensino gera o professor.
A técnica estende os patrimônios da indústria.
O devotamento ao trabalho levanta os missionários do progresso.
A teologia plasma a religião.
As virtudes da fé realmente
vividas erigem o pastor.
A universidade lavra diplomas.
A escola do exemplo, nos testemunhos de elevação dentro da luta cotidiana, forma
os verdadeiros servidores do mundo.
Não prescindimos da instrução.
Mas não honraremos o pensamento claro
e nobre sem o acrisolamento espiritual.
A idéia esclarece.
O sentimento cria.
A palavra edifica.
O exemplo arrasta.
É por isso que Jesus, exalçando a sabedoria,
não olvidou a prática do amor.
Aprendamos servindo.
Essa é a única fórmula capaz de reunir-nos
ao Mestre que procuramos.
Muitos possuem ouro e prata...
Muitos detêm a cultura...
Muitos guardam a bondade...
Muitos dispõem do poder...
Mas se não sabem acender a luz em si próprios,
riqueza e inteligência, afetividade e dominação, não lhes servem, por vezes, senão por vasto pedregulho no campo da experiência.
Entesoura no cérebro a ciência que te ilumine, mas inflama de amor o coração que te pulsa
no peito, porque somente assim farás
da própria vida a estrela de serviço e de fé, guiando-te a alma em triunfo
para além das sombras que enxameiam
nos vales da provação e da morte.
**Emmanuel**

Formas de Ver



Cada qual enxerga uma paisagem conforme os seus recursos
ópticos.
O daltônico vê as cores dentro de um prisma especial.
O míope tem a visão deformada em torno da realidade.
O presbitismo produz uma observação incorreta.
Qualquer deficiência ou anomalia na aparelhagem ocular responde
pela dificuldade visual.
Não obstante, se o homem desconhece as formas, e desde o início
adquiriu a capacidade de observar dentro das deficiências, não logra
imaginar a riqueza de detalhes, os contornos, a abundância das cores que
maravilham a vida.
Uma partícula de dejeto sob a lente de um microscópio, faculta
descobrir-se uma paisagem estelar.
*
Uma gota de orvalho na corola de uma flor, faz-se delicado
diamante sem engaste, a tremeluzir.
*
Na área das observações morais, cada criatura tem a dimensão do
fato de acordo com a óptica emocional e mental de que se utiliza.
Não é estranhável, portanto, que se defrontem pessoas que
somente enxergam imperfeições, erros e mazelas...
Outras há que se capacitam a descobrir em qualquer fato, apenas
o seu ponto negativo e infeliz...
Algumas se caracterizam pela dúvida sistemática a respeito do
caráter do próximo...
São inúmeras as conotações feitas em torno das criaturas, como
decorrência da projeção pessoal, emersão do eu interior que se torna a lente
pela qual se fitam todos os acontecimentos.
*
Consulta a consciência em todas as circunstâncias da tua vida.
Não ajas sob os impactos da emoção, confundindo capricho com
raciocínio correto.
*
Passa os teus planos e projetos pelo crivo da autocrítica e
informa-te de como gostarias que o outro agisse em relação a ti, caso fosses
o agressor, o infeliz perturbador...
Do mesmo modo, atua de consciência reta; no entanto, não te
conturbes sob pontos de vista doentios, arrogantes, que te trarão dramas
íntimos, agora ou mais tarde.
*
Sejam os teus atos um reflexo da tua paz, que deves cultivar com
os esforços de todo dia e os investimentos de toda hora.
*
À frente de qualquer realização, conquista os que te buscam,
pela bondade para com eles.
*
Não deixes marcas negativas nos caminhos transitados ou nas
pessoas que encontres, porquanto voltarás a defrontá-los.
*
Luta contra as tuas más inclinações, para o teu próprio bem.
*
Cada dia é um investimento novo da vida, de que terás que dar
contas.
*
Quem empreende uma tarefa deve escolher a meta e avançar por
conquistá-la.
Não pára, não recua, não maldiz, não queixa.
Consciente do que deve e se propõe fazer, sem tergiversações
prossegue.
*
Coloca as lentes do amor sobre as tuas deficiências e observarás
a vida, as pessoas e as coisas sob angulação feliz, num prisma rico de
belezas, que te ensejará mais produzir, quanto mais te devotares ao
compromisso.

Joanna de Ângelis


sábado, 20 de outubro de 2012


 Guerreiro da Luz





 
"Passando e ultrapassando:
um guerreiro da luz nota que certos momentos se repetem.
Com freqüência se vê diante dos mesmos problemas e situações
que já  havia enfrentado.

Então fica deprimido. Começa a pensar que é incapaz de progredir
na vida,  já que os momentos difíceis estão de volta.
"Já passei por isso", ele reclama com seu coração.
"Realmente, você já passou", responde o coração.
"Mas nunca ultrapassou."

O guerreiro então compreende que as experiências repetidas tem uma única finalidade: ensinar-lhe o que ainda não aprendeu.
Ele passa a procurar uma solução diferente para cada luta repetida
até que encontra a maneira de vencê-la.

Algo fora do comum:
Um guerreiro da luz sempre faz algo fora do comum.
Pode dançar na rua enquanto caminha para o trabalho.
Ou olhar nos olhos de um desconhecido e  falar de amor a primeira vista.
Um guerreiro de vez em quando expõe uma idéia que pode parecer ridícula, mas na qual acredita.

Os guerreiros da luz se permitem tais dias. Ele não tem medo de
chorar mágoas antigas, ou alegrar-se com novas descobertas.
Quando sente que chegou a hora, larga tudo e parte para sua  aventura tão sonhada.Quando entende que está no seu limite de sua  resistência, sai do combate, sem culpar-se por ter feito uma ou duas loucuras inesperadas. Um guerreiro não passa seus dias tentando representar o papel que os outros escolheram para ele.

As pequenas coisas:
O guerreiro da luz presta atenção nas pequenas coisas, porque elas podem atrapalhar muito. Um espinho, por menor que seja, faz o viajante interromper seu passo. Uma pequena e invisível célula pode destruir um organismo sadio. A lembrança de um instante de medo no passado,
muitas vezes faz a covardia voltar a cada  nova manhã.

Uma fração de segundo abre a guarda para o golpe fatal do  inimigo.
O guerreiro está atento as pequenas coisas:

As vezes é duro consigo  mesmo, mas prefere agir desta maneira.
"O diabo mora nos detalhes", diz um velho provérbio da Tradição.

Aprenda a ser mais duro consigo...encha o peito, respire fundo
e diga pra você...nós vamos vencer mais essa... 

Acredite mais em você!